1 de jul de 2013

Afinal, o que é o amor?







             E o assunto de hoje é (adivinha, adivinha): amor. Quem acompanha o blog que quase todos os meus textos são sobre amor.
Ninguém sabe definir o que é, mas todos dizem senti-lo. Será que sentem mesmo? O nosso problema - sim, incluo-me nessa - é que confundimos paixão com amor, atração com paixão, amizade com amor, saudade com paixão... E acabamos presos em uma rede de ilusões.
Amor é mais que suportar problemas juntos, que confiar um no outro. Amor é mais que suportar a as diferenças de personalidade, de religião, de ideais. É mais que sobreviver a distancia e a rotina.
É mais que não ter vergonha de mostrar seus defeitos, demonstrar seus medos, do choro. É mais que deixar escolher o filme, que não usar maquiagem de manhã, que dormir com a blusa dele. 
Amor é mais que amizade, que abraço apertado, que beijo que deixa sem ar, que olhar que deixa as pernas bambas, que dormir de conchinha. Amor é mais que desejo, que tesão, que sexo.
Amor é mais. Inclui tudo isso e mais um pouco.
Gabito Nunes, em um de seus textos, disse: "Amor é o que sobra do que foi supracitado. Amor não é onda, é o mar. É o companheiro que não abandona depois que todas as fervorosas sensações se foram. Paixão, ódio, saudade, sexo, casamento, desejo são como trens. Amor é estação.". Assino em baixo. E espero por ele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Apesar de Você- Julia Calvacante - 2013. Todos os direitos reservados.
Criado por: Tamires PereiraSakurart.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo