11 de mar de 2013

Lembranças










Hoje, finalmente, senti falta de você. Todos me disseram que esse dia chegaria, mas ainda assim surpreendi-me.
Estava preso no transito quando, de repente, entre buzinas, toca "Hey, Jude" no rádio. Pude até lhe ouvir cantando desafinadamente o solo do Paul McCartney.
Então, senti falta da sua gargalhada indiscreta, do seu sorriso enlouquecedor, da maneira como revirava os olhos quando eu falava besteira. Senti falta do seu perfume inconfundível, do seu cafuné, do seu abraço acolhedor. Dos seus beijos, carinhos e expressões faciais.
Senti falta de poder conversar com você sobre qualquer coisa, sem hesitações ou julgamentos. Do seu jeito leve de ver a vida. Da sua sinceridade, às vezes excessiva, espontaneidade e até da sua preguiça. Dos seus comentários durante os filmes. Da sua lasanha aos domingos. Da maneira como prende o cabelo.
Pensei em você e tudo que lembrei foram suas qualidades, dos momentos bons que passamos e do apoio que me deu quando passei por algo difícil. Se era tudo tão perfeito, por que acabou?
Só então, lembrei das brigas, dos gritos, dos erros. Das suas inseguranças, cobranças e dramas. Dos meus ciumes, estresse e grosserias. Lembrei das noites mal dormidas, das decepções que me causou e daquelas que causei a você. Lembrei das sua lagrimas e de como senti-me culpado por causa-las.
Saí do transe ao som de varias buzinas. Não sei ao certo quanto durou, mas o suficiente para chegar a uma conclusão. Você não é uma lembrança perfeita, mas algo que vale ser lembrado. Não é porque acabou mal que foi ruim. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Apesar de Você- Julia Calvacante - 2013. Todos os direitos reservados.
Criado por: Tamires PereiraSakurart.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo